segunda-feira, 29 de março de 2010

Síndrome de Guillain-Barré


A Síndrome de Guillain-Barré é uma doença rara na qual os nervos periféricos se deterioram. Estes nervos enviam mensagens do cérebro para os músculos, instruindo-os a se moverem, e também levam sensações como a dor, prazer, gosto, etc., para o cérebro. O dano de um nervo causa freqüentemente fraqueza muscular (muitas vezes chegando a causar paralisia total), e pode causar anormalidades de sensação, inclusive dor, formigamento, sensação de “comichão na pele”, ou até desequilíbrio.

O que torna a síndrome de Guillain-Barré uma emergência médica é que a fraqueza pode afetar os músculos do tórax responsáveis pela respiração. Se eles são paralisados, o paciente pode morrer por falta de oxigênio. O paciente deve ser monitorado cuidadosamente; normalmente em um hospital, para ter certeza que a respiração e outras funções vitais são mantidas.

Ninguém sabe o que causa a síndrome de Guillain-Barré. Na maioria dos casos é uma desordem auto-imune na qual o sistema imunológico do corpo ataca e destrói a cobertura de mielina que envolve os nervos longos, muito semelhante ao isolamento ao redor de um fio de eletricidade. A Mielina protege o nervo e ajuda a acelerar a transmissão dos impulsos elétricos por ele. Se a mielina é destruída, os impulsos nervosos viajam muito lentamente e podem ser interrompidos. Se os músculos não são ativados, eles não funcionarão corretamente. Por esta razão as pessoas com a síndrome de Guillain-Barré experimentam fraqueza e paralisia de certos grupos musculares.

A Síndrome de Guillain-Barré é incomum, afetando menos que 4000 pessoas nos Estados Unidos a cada ano. Como a doença acomete somente algumas pessoas é um mistério. Em mais de dois-terços dos pacientes, a síndrome de Guillain-Barré ocorre três semanas após uma doença virótica, como um resfriado ou a gripe, ou após uma infecção bacteriana (particularmente a bactéria chamada Campylobacter jejuni que causa infecções intestinais). Alguns cientistas acreditam que o vírus causador pode afetar as células do sistema nervoso de forma que elas são atacadas pelo sistema imune do corpo. Alternativamente, o vírus pode sensibilizar partes do sistema imune de forma que isto ataca a mielina. Pesquisas das causas da síndrome de Guillain-Barré continuam.

A Síndrome de Guillain-Barré pode ser difícil de diagnosticar em suas fases mais precoces porque outras patologias podem ter sintomas semelhantes, e porque os sintomas exatos experimentados podem variar de paciente para outro.

Podem ser feitos dois exames para ajudar no diagnóstico:

·Punção espinhal: Neste exame uma agulha é inserida na espinha bem abaixo das costas (região lombar) para tirar líqüor, o líquido que envolve o cérebro e a medula espinhal. A análise do fluido cérebro-espinhal revela níveis mais altos que o normal de proteína em pacientes com síndrome de Guillain-Barré.

·Eletromiografia (Exame de condução nervosa): Neste teste são colocados eletrodos na pele em cima do nervo a ser testado. Um impulso elétrico é alimentado por um eletrodo, e a velocidade de transmissão do estímulo é acelerada e medida pelos outros eletrodos. Como a síndrome de Guillain-Barré afeta o revestimento de mielina que cobre os nervos, os nervos afetados pela doença mostrarão sinais mais lentos que os nervos não afetados.

O tratamento da síndrome de Guillain-Barré envolve, em primeiro lugar, controlar a paralisia da respiração, se ela acontecer. A maioria dos pacientes com síndrome de Guillain-Barré é hospitalizada, porque a doença pode debilitar os músculos do tórax a tal ponto que a respiração torna-se difícil ou impossível. Em um hospital, os pacientes podem ser monitorados e serem postos em um respirador, se necessário. Se a síndrome de Guillain-Barré causa paralisia das pernas ou dos músculos dos braços, o paciente precisará de suporte para ajuda-lo com atividades diárias como comer e fazer sua higiene pessoal.

Há dois tratamentos que se mostraram eficientes em fazer acelerar a recuperação, e reduzir a severidade da síndrome de Guillain-Barré:

·A Plasmaferese na qual sangue é retirado do paciente, depois separado em seus componentes: plasma (a porção líquida de sangue) e células (hemáceas, leucócitos e plaquetas). As células do sangue são recolocadas então no corpo. O corpo fabrica mais plasma para compensar o que foi retirado.) Ninguém sabe como este tratamento funciona, mas a maioria dos cientistas acredita que a plasmaferese remove as substâncias do plasma (como anticorpos e complemento) que participam do ataque do sistema imune aos nervos periféricos.

·Infusões de imunoglobulina: As imunoglobulinas são uma mistura de anticorpos produzidos naturalmente pelo sistema imune do corpo. Doses altas de imunoglobulina podem trabalhar bloqueando os anticorpos que contribuem para a doença.

Corticosteróides, um tratamento usado antigamente, nunca deve ser usado para tratar a síndrome de Guillain-Barré, porque foi demonstrado que eles fazer a doença piorar.

Fonte: http://www.policlin.com.br/drpoli/026/

Postado por: Nara Juliana (Biomedicina 348-6)

17 comentários:

  1. Ola Nara
    Meu Pai tem 81 anos e esta saindo da Sindrome de Guillain-Barre. Foi internado no dia 29 de Abril, entrou na UTI no dia 6 de Maio, ficando sedado e entubado com traqueo ate dia 21 de Maio, agora saiu da UTI, mais continua no hospital. Uma das causas da rapida recuperaçao pela idade, tirando Deus que esta no controle de tudo, o fator de ter uma vida sadia (nunca fumou, nem bebeu, alimentaçao saudavel e exercicio fisico) nesta idade ele anda muito de bicicleta e sobe em arvores.
    Ainda temos um tempo para terminar a recuperaçao.
    Ester Saraiva

    ResponderExcluir
  2. Ola Nara
    Meu nome e Ester Saraiva, continuo falando do meu pai Tacizio Saraiva com 81 anos que teve GB. Bom ele saiu da UTI no dia 23 de Maio, e teve alta do hospital no dia 31 de Maio, ja comendo sozinho, e sem os movimentos dos pés ainda, voltando a andar logo no dia 3 de junho, e indo ao casamento da neta no dia 5 de junho, já andando normalmente, somente com alguém ao lado segurando sua mao por medo. E hj dia 09 de junho ja esta andando sozinho.
    Conselho a todos que tiverem familiares com GB, e algo complicado, serio e de grande gravidade, mais sempre com a chance de melhora.
    Ester Saraiva

    ResponderExcluir
  3. Bom dia a todos, meu primo de 6 anos está lutando há quase três semanas contra esta síndrome, na verdade os médicos suspeitam de outras coisas tbm, o caso dele é grave e estamos orando muito para que ele melhore. Ele não mexe as pernas, nem os braços..está na UTI, ele está tbm com uma infecção mto séria. Acreditamos que ele vai sair dessa sim, depois venho contar como foi a melhora dele. Amém!!

    ResponderExcluir
  4. tenho um filho19 anos q esta se recuperando a7 messes de guilan barre ficou em estado grave de tetraparelisia ja etaandando com ajuda mas pes´e maos ainada nao voltaram as maos ficaram molese agora q esta voltando tenho muto medo de sequelas algem nos ajude com informacoes marletesales@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. ola,meu nome é Patricia...estou com um tio que ese internou no dia 19 de fevereiro, por causa dessa sindrome...
    o pior de tudo que ele esta no Paraná e eu em Fortaleza...
    por isso tudo que sei é o que me falam pelo telefone...
    mas estou aqui pra saber se alguem pode me dar mais informações dessa sindrome de GB...
    pois estão muito nervosa com tudo isso, pois ele é um atleta e veio acontecer isso com ele...
    os medicos não falam nada das chances dele...por isso resolvi pedir ajudar aqui nesse site
    meu emial é patyelucio2008@hotmail.com
    on o dia todo
    por favor se alguem que entende mais me ajuda pois estou em desespero total com minha familia
    agrdeçoi desde ja!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. ta louco meu ,pelo o amor de Deus que sindrome infeliz é éssa,, minha mae cuase morreu e nós não sabiamoso que estava acontecendo , ainda bém que um medico diagnosticou e agora éla ja esta ficando bém,, graças a deus...gilsom neckel .. barra do Bugres mt..

    ResponderExcluir
  7. william rj
    meu afillahdo esta com a sindrame,esta melhorando graça a Deus .ela paralisou as pernas e os braços,vai precisar de fisioterapia para voltar a andar. Pesso que vcs orem ´por ele o nome dele é rafael.
    williamsecurity@bol.com.br

    ResponderExcluir
  8. oi estou desesperada,meu filha começou a sentir dificuldade de se manter de pé, levei-o a um hospitale a medica suspeitou de sindrome de guillaim-barre,e disse que ele nao precisa de tratamento com imunoglobulina,resolvi leva-lo em outro neuro e ele solicitou que internasse meu filho porque ele precisava sim do medicamento,la vou eu de novo pro hospital pra ele tomar o remedio ai a tal da medica suspendeu...disse que e perigoso e que tem muitos efeitos colaterais...fiquei p... da vida e meu filho nao ta melhorando e estou nesse jogo de empurra.

    ResponderExcluir
  9. Olá gente! Aqui é punter. Também em minha família minha irmã e cunhado estão nesta luta contra este mau, pois meu sobrinho Jonathas, uma criança excepcionalmente inteligente e cheio de vida, esta
    internado já a mais de 3 semanas. Porém somos evangélicos de oração, e tem muita gente orando por ele. Devido a este fato, ele meu sobrinho já esta mechendo as pernas, consegue se sentar e já anda ainda com uma certa ajuda, mas já desce da cama e sobe. Mas chegou no hospital muito ruim e sem movimentos e dores. Na última visita que fiz a ele, vi que se saiu muito bem na fisio. Cremos e já é bem visível a recuperação espantosa dele. Estamos confiantes pois já vimos a mão de Deus operar inumeras vezes, e sabemos do que ELE é capaz. Assim nesta fé espero ter motrado o caminho para alguns em desespero. Tratamento médioo e muita oraação, pois assim a mão de Deus dará direção e a cura virá com cereteza. Paz do Senhor para todos e que Deus ilumine.

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho 21 anos tive Guillain barre no inicio desse ano em janeiro melhor dizendo fique internado uma semana passei pelo tratamento de imunoglobulina fiz fisioterapia e me recuperei. Só que depois de um periodo de 2 meses mais precisamente no carnaval eu bebi e bastante gostaria de saber se isso atrapalhou na recuperação pois sindo o lado esquerdo bem mais fraco que o direito e minha mão esquerda treme bastante quando estou parado ou quando faço força na academia. Além disso estou tomando varios suplementos como whey protein e no2 para ajudar na musculação gostaria de saber se isso atrapalha. Obs.: Tenho retorno no médico essa semana.

    ResponderExcluir
  11. ola meu nome é luciana no ano passado dia 3 de setembro de 2011 tive a sindrome de guillian barré fiquei enternada até dia 20 de setembro estou melhorando ja consigo andar mas presciso me apoiar em alguma coisa só que ainda não concigo orinar presciso ussar sonda e pra defecar também presciso fazer lavage ... mas se deus quiser vou me curar por completo ja fazem 8 meses mas não perco as esperanças

    ResponderExcluir
  12. oi meu nome é lima,e tenho um parente com essa sindrome guillain barre,ele sentiu os sintomas no domingo dia 28/05/12,o braso ficou inchado,e dormencia,quando foi na segunda29/05/12 perdeu os movimentos,e cai foi pro hospita.passou o dia todo no hospital,quando foi dia 30/05/12de 5:00/h da manha ele foi pra uti.la mesmo ele mexeu os musculos da perna e coxa.quando foi no domingo dia 03/06/12 ele sai da uti.quando foi dia05/06/12 ele passou muito mau,di06/06/12 ele voutou pra uti.esta todo entubado,respirando com auxilio,e amanha dia 08/06/12 ele vai fazer um tratamento chamado plasma que teve q ter a altorisasao da familia!gostaria muito de saber qual e os riscos,des tau plasma??se alguem poder mim dizer agradesso muito.e as chances da pessoa q tem guillain barre sair com vida?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá vanessa, minha filha foi acometida o ano paassado em abril dia 28,foi internada,mas quando foi para uti , ela já tinha perdido os movimentos , e já estva fraquinha a parte respiratória dela,foi entubada, recebeu as imunoglobulinas, fez depois o plasmaferese, e correu td bem não houve nenhuma intercorrencia,mas tivemos dias de panico ao decorrer , pois minha filha resistiu a 3 paradas!ela tem traqueostomia, ficou na uti de abril até novembro, estamos em casa hoje com home care, ela tem 24 horas de enfermagem, faz fisioterapia 2 vezes ao dia todos os dias,é uma luta diária, ma sestamos vencendo e acredito que vc tb vencerá, motive e estimule sempre este seu parente, de muito estimulo e amor.se quiser entrar em contato comigo, meu email é Kla_carvalho@hotmail.com e meu face é clayra silva carvalho, terei o maior prazer!

      Excluir
  13. meu sobrinho de tres anos teve essa doença ficou internado na uti e quase morreu ficou com sequelas no braço direito e na perna direita ja tem um ano que isso aconteceu e ele não se recuperou bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda.
      Sou estudante de fisioterapia, e este semestre estamos estudando muito sobre a SGB.Essa doença é muito grave, mas ao tratar ela não deixa sequelas. Procure se orientar com um Neuromuscular e verifique o que acontece com seu sobrinho. Uma pergunta: Ele faz tratamento com fisioterapêuta? Isso ajuda muito à retomar os movimentos. Abraço e boa sorte.

      Excluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Oi, meu nome é Simone.
    Estou em tratamento para guillain barre, fazem 30 dias do início dos sintomas: fraqueza muscular (quase não conseguia caminhar, caía, não conseguia escrever, escovar os dentes e mesmo me pentear), tinha dores musculares em todo corpo, dor de cabeça e na coluna. Fiz PL, e ENMG, iniciei fisioterapia 10 dias após o início dos sintomas mais leves (dores e dificuldades de movimento, mas ainda caminhava). No início fui diagnosticada com "problema de coluna" tratei 7 dias com anti-inflamatório, analgésico e corticoide. Somente quando não consegui mais caminhar é que procurei um neurologista que procedeu a PL e indicou fisioterapia, dai para frente comecei a melhorar gradativamente, porém a eletroneuromiografia fiz com 30 dias após o inicio dos sintomas, e foi conclusiva para guillain barre. Já estou escrevendo melhor, consigo tomar banho sem cadeira, até já pintei as unhas... Cada dia é uma vitória!!! Minha mensagem para familiares e doentes: CADA PESSOA REAGE A SEU TEMPO, E É POSSÍVEL RECUPERAR TOTALMENTE OS MOVIMENTOS. O ESSENCIAL É FISIOTERAPIA MUSCULAR E ESTIMULAÇÃO DA SENSIBILIDADE NERVOSA. TAMBÉM FÉ E OTIMISMO FORTALECEM O SISTEMA IMUNOLÓGICO, ALÉM DE BOA DIETA E MUITO CARINHO.

    ResponderExcluir